Translate

23 de outubro de 2012

Um minuto para Lance Armstrong e Charles 'Mile a Minute' Murphy

Detalhe da parte traseira da locomotiva que produziu o vácuo para Charles Murphy estabelecer sua marca de um milha em menos de 1 minuto. Na época velocidade superior a de um carro.

106 anos separam o 1º ano que Lance Armstrong ganha o Tour de France sob influência de substâncias proibidas - 2005 - do ano que Charles Murphy consegue a marca de ser mais rápido que um carro, pedalando no vácuo de um trem. Murphy é bem menos conhecido e lembrado, e será muito menos lembrado que Armstrong, depois deste escândalo dentro do ciclismo - mal recordado no caso. As opiniões são bastante controversas, mesmo entre os ciclistas e profissionais. Deixando o problema fica o exemplo - a não ser seguido - deixado para os fãs do esporte. Isso se realmente houve má intenção por parte de Armstrong.






Mas considero que exemplo a ser seguido é o de coragem e determinação de Charles 'Mile-Minute' Murphy - Charles milha por minuto Murphy. Aquele que conseguiu fazer uma milha em um minuto, pedalando atrás de um trem e aproveitando seu vácuo. Naquele tempo, final do Século XVIII não havia nada mais rápido que uma locomotiva, mas Charles Murphy não concordava com isso e insistiu que podia ser mais rápido, ou mesmo acompanhar, um trem em movimento. Ele á havia conseguido em um rolo de treinamento ficar abaixo dos 40 seg para percorrer uma milha (1,6 km). Lhe faltava o desafio ao ar livre, mas teria que resolver a questão da resistência aerodinâmica.




Persuadiu então uma companhia de trens a preparar uma de suas locomotivas, com a adaptação de 'aerofólios', e uma extensão de um trecho da ferrovia em Long Island, nos Estados Unidos. Com algo preparado como se fosse uma passarela, Murphy pedalou a bicicleta grudado no trem, e, depois de comer muita poeira, fuligem e borracha derretida que ia sendo expelido pela locomotiva, conseguiu vencer 1 milha em menos de 1 minuto.


Foram várias tentativas e também quedas, e em 1899 Charles Mile a Minute Murphy, que também era policial, aliás foi o primeiro policial a pilotar oficialmente uma moto em Nova Iorque, entrou para os anais da história do ciclismo, como o homem a pedalar uma milha em menos de 1 minuto - exatos 57 4/5 segundos.

Já Lance Armstrong, entrou para os anais do ciclismo como o primeiro homem a perder simultaneamente sete títulos em menos de um minuto. Caem os ídolos ficam os paradigmas.


Aqui Murphy no lado esquerdo estabelece a marca de um milha em 37 segundos . Estava pronto para buscar estabelecer a marca ao ar livre.




--> Leia mais...

19 de outubro de 2012

FreakBikes, bikes muito loucas 2.



Uma continuação do outro post com mais bikes ousadas, malucas, mas que podem rodar.
Todas estas imagens foram catadas no site www.chicagofreakbikes.org/
Pra inspirar ou pirar de vez.. bueno, eu me inspirei. Vou já começar a procurar e catar peças usadas de bicis. Aqui na cidade não são muitas lojas e oficinas, mas acho que encontro alguma coisa interessante. Depois será a vez de aprender a soldar. hehe

Bom que qualquer coisa que eu inventar provavelmente será inédito na cidade e quiçá no estado do Acre.
Vamos às bikes! #EuVoudeBike

É uma bicicleta ou árvore de Natal?

Feita quase totalmente de bambu. Passei um tempinho pensando se os raios traseiros são isso mesmo..mas acho que não só decoração

Bom para chegar antes.

Outra daquelas que chega antes.
Simplicidade. O segredo das boas coisas.



Creio que a #Bike anterior foi inspiração para essa.
Pedale e prepare um café expresso.

Cama Bike.

Cama Bike 2: O cara tirou da cama do Hospital e esqueceu de limpar o sangue.
Para aqueles que preferem pedalar de bruços. 

Saiu direto do Bowling da esquina.



Três variações chopper do mesmo tema.

Anfibismo ciclístico.

Alta?

Grama bike.

Bora fazer um churras? 



Mídia promocional, #MassaCrítica

Um dia ele acordou e resolveu juntar todas as bicis da garagem em uma só.

Estranha?

Essa daí chama-se Rasputin Chopper.

Fico pensando se o sujeito precisar subir no cordão da calçada.


Não, ele não está pedalando de costas, a catraca fica na frente mesmo.


Essa é um Chopper muito legal.

-Cara me dá uma ideia de fazer uma bike diferente. - Quem sabe tu pedala com as mãos e guia com os pés? 


O Harry Potter encomendou uma destas.

Faz uns dias que olho para essa foto sem saber por onde o cara pedala.

Atrás o maluco leva um mini system.

Bike para-choque---

Aquelas bikes que somente de olhar já dá vertigem.
PARA MAIS:
http://www.freakbikenation.net/
http://tallbike.org/
http://www.freakbike.ch/
www.chicagofreakbikes.org/
--> Leia mais...

17 de outubro de 2012

60 coisas que amamos sobre o ciclismo


A lista de razões que o simples ato de andar de bicicleta continua a encantar, intoxicar, surpreender, satisfazer, melhorar e nos desafiar. Aqui estão alguns dos meus favoritos, adaptado do site http://www.bicycling.com



1. Pedalar no dia de Ano Novo, sem nenhuma preocupação

2. A capacidade inexplicável de sentir um ciclista atrás de você ... e para sentir quando ele não está mais lá 

3. O primeiro passeio pós inverno em shorts e camiseta 

4. Pedalar no topo da colina, esperando os outros ... 

5. ... e pedalar colina abaixo 

6. Lateralmente rígida, verticalmente compatível, quando funciona, ela realmente funciona 

7. A paz da pedalada em que você tem absoluta confiança 

8. De ouvir alguém dizer "pedaaaala" ... 

9. ... com uma voz um pouco sem ar 

10. Como algum namoro que começou com um passeio 

11. Ter um amigo apaixonado pelo ciclismo, com a bike que você emprestou 

12. Saber como apoiar duas bikes uma contra a outra para que possam ficar de pé ... 

13. ... e saber apoiar a bike no meio fio usando o pedal

14. Terminar um passeio de três horas com 40ºc de calor, encharcado de suor e de alguma forma não se sentir sujo nem fedido, mas limpo 

15. Quando o semáforo muda do vermelho para o verde no exato momento em que você tem que colocar um pé no chão 

16. Descobrir como levar toda a comida comprada para casa

17. Pedalar levando alguém no guidão ou na garupa

18. Pedalar ao longo de uma rua da cidade em que o tráfego esteja parado 

19. Passar propositadamente através do esguicho de um irrigador de grama em um dia quente 

20. Chegar em casa e ganhar a corrida contra a chuva ... 

21. ... E perder, por vezes, também 

22. Enxugar as lágrimas na parte inferior de uma longa descida 

23. O prazer e orgulho de tirar a blusa enquanto pedala

24. Remover e instalar uma roda do jeito que foram feitos para isso

25. Mudar a posição de pegada no guidão e ver a velocidade aumentar

26. Nomear um passeio

27. Não ‘desclipar’ nenhuma vez em uma pedalada de 80 km

28. Helen Keller, ciclista: “Qualquer um pode.” 

29. Queimar 898 calorias em uma hora 

30. O fato de que a ciência ainda não consegue explicar completamente como uma bicicleta permanece na posição vertical 

31. ‘O ciclista’, de Tim Krabbe 

32. Pessoas dentro de carros com ar-condicionado no máximo, olhando para você como se você fosse um lunático 

33. O ‘V’ esculpido em sua bem treinada panturrilha 

34. Entender que a arranhões e desgaste na pintura dos quadros devem ser acarinhados como rugas, e é preciso muita sabedoria, não a idade apenas, para chegar a esse ponto 

35. Uma pedalada quase sem esforço a 40 km/h com vento a favor

36. Sair de uma loja e encontrar alguém que você não conhece a admirar a sua bike 

37. Quebrar o seu limite de velocidade em descidas 

38. O foguete ranho: antídoto necessário para a maturidade e as exigências, por vezes sufocantes, da civilização 

39. Vencer a corrida contra o cão que quer morder-lhe os calcanhares

40. Voltar atrás para puxar um ciclista mais lento até o grupo principal

41. "Ele nunca está cansado. Ele nunca é miserável." 

42. Três bolsos traseiros na blusa: uma das maiores invenções da humanidade 

43. Sem as mãos, com a cabeça inclinada para o céu 

44. Lojas de bicicletas pequenas e caóticas

45. A beleza atemporal do aço 

46. A cerveja sem culpa depois do treino

47. Jens Voigt 

48. Ganhar sua primeira corrida, não importando qual a distância

49. Sentir-se melhor no final de um passeio

50. Blogs de ciclismo 

51. Filmes de ciclismo

52. De sair para um passeio sem destino em mente 

53. Compartilhar suas rotas e  trilhas favoritas pela internet

54. Corrigindo um ‘slide’ no instinto 

55. O cheiro de borracha e óleo de uma loja de bicicletas

56. Poder fazer você mesmo a manutenção da bike

57. Fazer novas amizades

58. Pedalar e formar a #Massacrítica

59. Superar limites, distâncias, usando um combustível infinito

60. Nós podemos esquecer nomes, rostos, aniversários e datas comemorativas, mas nunca se esquece como andar de bicicleta 

--> Leia mais...

15 de outubro de 2012

Minha lista de filmes com bicicletas - #BikeMovies (What are, my opinion, the Best Cycling Movies ever?)


Competição de Destinos (American Flyers, 1985)


Competição de Destinos é uma delicada mistura de romance, humor e lágrimas, com algumas das mais emocionantes cenas de ação já realizadas. Kevin Costner, duas vezes vencedor do Oscar, e Dadid Marchall Grant, interpretam dois irmãos lutando para vencer a Hell of The West, uma das mais importantes competições de ciclismo do mundo, e recuperar o respeito e o afeto entre eles. Seu único temor, enquanto treinam e pedalam juntos, é que uma doença congênita que atacou seu pai, possa atingi-los a qualquer momento. O time da marca 7-Eleven, que participa do filme, realmente existiu, e competia no Tour de France nos anos 80. Este passou a ser patrocinado pela Motorola. Muitas das cenas de corrida foram filmadas no Coors Classic, uma já extinta corrida de etapas que era um dos eventos dominantes de ciclismo no período do filme. 2 etapas na competição do filme, o circuito Morgul-Bismarck em Boulder e o "Tour of the Moon" no Colorado National Monument, foram memoráveis etapas da Coors Classic. O ciclista lendário Eddy Merckx fez uma breve aparição no filme, e também Jennifer Grey.

Quicksilver - O Prazer de Ganhar (1986)



Jack Casey é um jovem e bem sucedido corretor, que perde todo o seu dinheiro em um negócio arriscado na bolsa. Falido e desiludido, decide largar sua profissão e tornar-se um entregador da Kurtzweill's Quicksilver Express Co, uma empresa que faz suas entregas através de bicicletas. Apesar do desapontamento de sua namorada e familiares, Jack passa a gostar de seu novo trabalho e novos amigos, entre os quais está a problemática Terri, com quem ele acaba vivendo um romance. 






El Amateur (2000)

Tudo é possível quando fazemos com paixão. Alberto ‘pássaro’ Romero, um jovem pobre quer entrar para o Guinness Livro de Recordes ao pedalar 130 horas em sua bicicleta durante 6 dias, descansando 20 minutos cada 4 horas! Quando não está pedalando, Alberto está com seu amigo Lopes, ou com La Mora, uma atraente acrobata de circo. Você chorará, rirá e se inspirará com a lita deste simples mortal que busca um reconhecimento lendário com a ajuda de seu melhor amigo e seu grande amor.









Red Light Go (2002)


Depois de conhecer um seleto e hardcore grupo de mensageiros em bicicleta de NYC, eles e seus colegas pilotos protagonizam uma série de corridas angustiantes pelas ruas de Nova York. A história culmina com a noite anula de Halloween da Alleycat, uma corrida longa e brutal durante a hora do rush.











Bicicletas de Belleville (Triplets of Belleville, Belleville Rendezvous, 2003)


Champion é um menino solitário, que só sente alegria quando está em cima de uma bicicleta. Percebendo a aptidão do garoto, sua mãe começa a incentivar seu treinamento, para fazê-lo um verdadeiro campeão e poder participar da Volta da França, principal competição ciclística do país. Porém, durante a disputa, Champion é sequestrado. Sua mãe e seu cachorro Bruno partem então em sua busca, indo parar em uma megalópole localizada além do oceano e chamada Belleville.
(Nota: muitas referências a Jacques Tati e Fausto Coppi)







Hammer e Ciclo (Hammer and Cycle, 2004)


É um relato de primeira mão do ciclismo em todo o EUA, tecendo as contas dos quatro pilotos que eles enfrentam dificuldades inumeráveis e emocionantes para comemorar triunfos com um evento anual com todo a equipe da HBC. Enquanto eles vestem a mesma camisa de equipe e pedalam pela mesma causa, este quatro ciclistas refletem a genuína diversidade que existe no ambiente do ciclismo.











Hollentour (Hell on Wheels, (2004)


O Tour de France, a corrida de bicicletas mais famosa do mundo, comemorou o seu 100 º aniversário em 2003. Este filme de Pepe Danquart registra a corrida do centenário em toda a sua glória e na sua dura realidade - a competição acirrada, a dor, a coragem, bem como os triunfos - tudo isso enquadrado na paisagem espetacular do interior da França. O filme também analisa a gênese e a história da corrida, e olha para a organização gigantesca por trás dele. 









Superação (Overcoming, 2005)


Um dos melhores filmes de ciclismo em décadas está agora disponível. Cineasta dinamarquês Tomas Gislason passou uma temporada inteira do Tour de France, capturando as alegrias e tristezas, as vitórias e as decepções, a busca obstinada de resistência e os altos e baixos emocionais dos membros da equipe de Bjarne Riis, cujo impacto sobre o esporte continua significativamente após sua carreira como ciclista. O filme, apropriadamente intitulado "Superação", apresenta em detalhes excruciantes e ainda a dor e a glória que caracterizam um dos esportes mais populares do mundo. Nunca desde o clássico de Jorgen Leth, "Inferno do Norte (The Hell of the North)" houve um filme que tão perfeitamente destila a essência rica do ciclismo em um emocionante e catártico filme.



O Escocês Voador (The Flying Scotsman, 2006)


Jonny Lee Miller está inesquecível neste inspirador relato baseado na notável história verdadeira de Graeme Obree, campeão mundial de ciclismo. Apesar das origens modestas e de uma batalha incansável contra um distúrbio bipolar, este competidor tenaz e criativo deixou sua marca indelével na história do esporte. Em 1993, Obree projetou e construiu uma bicicleta com sobras de metal e peças de uma máquina de lavar roupa. Competindo contra os melhores do mundo numa corrida de profissionais, ele quebrou o recorde mundial, que acabou perdendo depois numa controvérsia tempestuosa. A emocionante história de paixão e triunfo de Obree vai fazer você vibrar!



--> Leia mais...

Blogs Favoritos