Translate

22 de setembro de 2012

20 anos de cicloturismo


Estão aí algumas imagens, recuperadas, das minhas primeiras viagens de bike: cicloturismo, se bem que para a viagem da foto de cima, subindo a serra de São Francisco de Paula - RS, foi um ciclosofrimento, hehe. Este seria o ano de 1992, ou seja, 20 anos atrás. Ainda eu tinha uma Caloi Aluminum, daquelas com o quadro extremamente grosso... das primeiras que existiram. Nem lembro direito que aconteceu com este quadro, lembro que bati de frente e no fim troquei o quadro ou vendi, algum tempo depois comprei a Giant da próxima foto, e em seguida a GT que tenho até hoje.
Estavam nesta época o Marcelo Curia e o Alexandre. Subimos pela estrada de São Xico, depois pela RS-235 até Canela (na foto) e chegamos na casa do meu pai em Canela, meio de surpresa hahaha, foram mais ou menos 300 km. Na fotos estávamos a atravessar os 'Campos de Cima da Serra'. Foi bem divertido, tempos divertidos aqueles, sem dúvida.
Também por esta época fiz com esta turminha e outros amigos algumas vezes Porto Alegre - Gramado. Numa dessas, na descida da serra, o Alexandre deu de frente com um bloco de concreto, de noite, indo ao chão com um dos tombos mais espetaculares que me recordo. O aro da frente virou um 8 mas ele ainda bem quase nem se machucou.


Aqui já com a Giant, isso foi março de 1993. Tinha passado pro vestibular e aproveitava meus últimos dias de férias. O local aí é a Cascata do Panelão, em Nova Petrópolis, em uma outra subida à serra com direito às famosas descidas 'kamikases' pela BR-116.


Na foto acima em uma das viagens solo que fiz, para o litoral, Torres e Floripa. Já com a GTzinha que tem me dado tantas alegrias. Aqui que confirmo que podemos pagar muito por um produto que dure, ou pouco por um produto que se acabe em um ou dois anos. Pelo bagageiro da foto, um Trek que nem sei se ainda é produzido, na época paguei bem caro, mas compensou e ele está na bike até hoje, depois de inúmeras viagens, inúmeras caronas, bujões de gás, tambores d'água, e atualmente fiz uma cadeirinha pra minha filha que se acopla perfeitamente ao bagageiro...depois deste tempo todo? Um ou dois reapertos dos parafusos e só.

Em um outro ano mais tarde, fui com o amigo Sid (Sidnei Luís da Cruz Zommer), de Porto Alegre até Arroio dos Ratos. Entramos por estradas secundárias, passamos por cidades que nem sabia que existiam por alí, mas finalmente chegamos. Engraçado que na volta eu levava uma imensa melancia no bagageiro da bike.. fui com ela até quase POA e quase chegando passei num quebra mola e a melancia caiu e se esborrachou no chão. Toda vez que vejo uma melancia no bagageiro de alguém por aqui eu lembro desta história.

Bueno, vou resgatar outras fotos da época, comemorando a entrada nesta minha nova fase, de retorno total e irremediável à obsessão ciclística que sempre foi minha essência.

Lembrando: #VádeBike #EuVoudeBike #22desetembro #DiaMundialsemCarro #EuRespeitoCiclista

0 comentários:

Blogs Favoritos