Translate

2 de fevereiro de 2010

Treze anos sem Chico Science


Em 1997 estava eu em Recife, curtindo uma prainha após um Encontro Nacional de Estudantes de Biologia. No dia 2 de fevereiro, dia de Iemanjá e de Nossa Sra. Navegantes, recebemos uma notícia que parou Recife: morria, de acidente de carro, Chico Science, o maior expoente do manguebeat, poeta, louco, mestre, Sr. do maracatu, filósofo da lama. Morria aquele que impressionou e arrebatou uma multidão de fãs pelo Brasil inteiro, integrantes da geração manguebeat.

Esta semana inaugura uma exposição, no Itaú Cultural - SP chamada 'Ocupação Chico Science', com imagens, músicas e filmes relacionados ao Chico, como esta foto que aparece acima, ao lado de Antônio Nóbrega, poucos dias antes de falecer (retirada do site do G1), e no ensaio da Trilha sonora de "Baile Perfumado". Momento de prestigiar e relembrar esta figura emblemática da Cultura Nordestina e de nossas vidas.

Hoje seguirei ouvindo aqui Afrociberdelia. Valeu Chico do foguete nos pés!

0 comentários:

Blogs Favoritos